Apuros de poetas

In stock
SKU
20020
$3.04
Livro capa mole
More Information
author José Mena Abrantes
Publisher Chá de Caxinde
Edition no. 1
Year of publication 2007
Page numbers 81
Format Livro capa mole
Language Portuguese
ISBN 9789898022479
Country of Origin Angola
Dimension 15,9 x 15,9 x 0,7
About the Author José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”. José Mena Abrantes Natural de Malange (1945). Licenciado em Filosofia Germânica em Lisboa (1969). Co-fundador em 1975 da Agência Angola-Press (ANGOP), da qual foi Director-Geral (1981-83). Trabalhou igualmente na Cinemateca Nacional (1985-87). Foi assistente de informação (1987-93) e exerceu as funções de assessor de imprensa do Presidente da República desde Fevereiro de 1993. Jornalista, escritor, dramaturgo, produtor e encenador de teatro. Dirige, desde a sua criação em 1988, o grupo Elinga-Teatro. Publicou 12 peças de teatro, três livros de ficção em prosa, dois livros de poesia e vários estudos sobre o cinema e o teatro em Angola. Vencedor do prémio Sonangol de Literatura de 1986, 1990 e 1994. Vencedor do 1.° Prémio “ex-aequo” de poesia dos jogos florais do Caxinde (1997) e do 2.° lugar do Prémio PALOP 99 do Livro em Língua Portuguesa (2000). Recebeu em 2006 o Diploma de Mérito do Ministério da Cultura de Angola pela sua “significativa contribuição ao desenvolvimento da dramaturgia em Angola”.
Write Your Own Review
Only registered users can write reviews. Please Sign in or create an account