Um Canto ao Meu Congo

In stock
SKU
9799897622335
$18.75
Livro Agrafado
A obra, ilustrada em banda desenhada e gravuras, escrita em português e traduzida em kikongo foi editada em 2019, pela Editora das Letras. A mesma faz uma breve incursão sobre o primeiro embaixador negro enviado pelo Reino do Kongo ao Vaticano (Itália), 1604 a 1608, Manuel (Nsaku Nevunda), também conhecido por “Negrita”, onde iria representar a corte real Kongo. Relata, igualmente, os feitos heróicos da profetisa “ Kimpa Vita” ou simplesmente Beatrice de São Salvador do Congo(1684-1706), que a partir do movimento cristão ensinava que Jesus Cristo e outras figuras cristãs primitivas pertenciam ao Reino do Kongo, facto que lhe custou a morte( queimada viva), segundo algumas referências históricas. A batalha de Ambuila, travada em 29 de Outubro em 1667 entre as forças do Reino de Portugal e as do Reino do Kongo, durante a qual o Rei do Kongo António I (Nvita Nkanga) foi decapitado, também é referenciada neste livro. Em declarações à Angop, Fragata de Morais classificou a obra como um legado à nova geração de angolanos que devem conhecer as figuras que honraram o antigo Reino do Kongo. Explicou que “embarcou” pelo género literário poesia, nesta sua obra traduzida em Kikongo, pela Igreja Kimbanguista, de modo a motivar a juventude da região norte do país a lerem livros escritos na língua da sua região. Membro fundador da Academia Angolana de Letras, Fragata de Morais é autor de extensa obra que se alastra pelo romance, contos, teatro, poesia e literatura infanto-juvenil. Do seu repertório constam obras como Jindungisses (1999), distinguida com o Prémio Sagrada Esperança, Inkuna-Minha Terra (1997) e Terreur en Verzet (1972). (Fonte: Angop)
More Information
Author Fragata de Morais
Publisher Editora das Letras
Edition no. 1
Year of publication 2019
Page numbers 86
Format Livro Agrafado
Language Portuguese
ISBN 9799897622335
Country of Origin Angola
Dimension 20 x 19
About the Author Manuel Augusto Fragata de Morais, de seu nome completo nasceu no Uíge. Seus primeiros escritos apareceram na década de sessenta em Paris. Seus contos e poemas foram publicados em revistas e jornais holandeses, estando incluído em duas antologias, uma de escritores angolanos, “Angolesen Verhalen”, prosa, em 1971 e outra de escritores de língua portuguesa “Terreur en Verzet”, poesia, em 1972.
Write Your Own Review
Only registered users can write reviews. Please Sign in or create an account