A Flor de Mazozo ou a Festa dos Pássaros

In stock
SKU
40248
$19.64
Livro capa mole

A minha é uma história trágica que eu, Flor de Mazozo, quis que fosse luminosa. Estes são os factos: estudei só até a 4ª Classe, fui uma comerciante próspera, o pilar económico de uma família com dez filhos. Sobrevivi ao tempo colonial, impus-me depois da independência, em toda a época de partido único. Tive bons reflexos e, de maneira sossegada, compreendi a lógica da economia do mercado, adaptando-me às transformações sociais do meu país e as do mundo.
Fui guerrilheira, viandante e já aconteceu estar adoentada durante muitos anos, coisa que eu nunca pensei que, também, pudesse ser um ofício. Algumas vezes, quando não tivesse nada importante que fazer, deixava-me estar, contemplando como uma voyeuse o mundo que me rodeia. Porém, o que eu adoro é ser borboleta, divagar sem sentido, estar sem juízo.
Bastou o meu casamento fracassar, ter que vender a boutique e a peixaria, sucumbi face às superstições: os meus filhos e os meus sobrinhos que até estudaram bem, um dia qualquer e nem sei por que carga de água chamaram-me de feiticeira. Para que não me linchassem ou para que eu não morresse de desgosto, preferi fingir-me de maluca. Os meus delírios, o que aconteceu comigo e com os meus, narradas por outros é o que, se abrirem as páginas deste livro, vocês lerão: foi testemunhando tudo que os meus filhos tornaram-se adultos, foi assim que eu me salvei.
Quando pássaros desenham arabescos em redor da minha cabeça, dançam no meu ventre seco e já sei que vou morrer amanhã, é aqui, e só mesmo aqui, na literatura, que eu aspiro à imortalidade.

More Information
author Adriano Mixinge
Publisher Mayamba
Edition no. 1
Year of publication 2020
Page numbers 112
Format Livro capa mole
Language Portuguese
ISBN 9789897612466
Country of Origin Angola
Dimension 21 x 13,5 x 0,8
About the Author

Adriano Mixinge (Luanda, 1968). Historiador, Curador e crítico de Arte.
Publicou os romances Tanda (Edições Chá de Caxinde. Luanda, 2006) e O Ocaso dos Pirilampos (Guerra e Paz. Lisboa, 2014), com o qual recebeu o Prémio Literário Sagrada Esperança (2013), o livro de ensaios Made in Angola: arte contemporânea, artistas e debates (Editions L`harmattan. Paris, 2009), onde reúne 35 ensaios sobre a arte africana contemporânea e a propósito da obra de alguns dos mais importantes artistas angolanos contemporâneos e O Beijo da Madame Ki-zerbo (Guerra e Paz. Lisboa, 2017) que reúne 36 crónicas publicadas no Jornal de Angola entre 1999 e 2007.
Actualmente, é um dos administradores executivos do Memorial Dr. António Agostinho Neto e articulista do Jornal de Angola, onde assina todas as terças-feiras a coluna "Na alva das ideias".

Write Your Own Review
Only registered users can write reviews. Please Sign in or create an account
NO IMAGE AVAILABLE